01 abr

Maceió: comida boa e mar verde-esmeralda

por Renata Monti
Praia do Francês
Praia do Francês / Foto de Bruno Barreto

O mar verde-esmeralda não é o único que brilha em Maceió. Além das praias de Ponta Verde, Pajuçara, Gunga, Francês e tantas outras belezas naturais ao redor, os restaurantes são uma atração imperdível para quem visita a cidade.

Para quem adora comida nordestina, a primeira parada é o restaurante Picuí, comandado pelo jovem e simpático chef Wanderson Medeiros. Com 25 anos de história, o cozinheiro acompanha o restaurante desde criança, quando ia com a avó e os pais para a cozinha. Hoje, ele é o responsável por todo cardápio, marcado por releituras da comida regional.

O salão é rústico, fica num antigo casarão, com uma agradável varanda. Na parte interna, há ar condicionado, uma adega climatizada e objetos de artesanato da cultura nordestina.

salao2

Uma boa dica: o Picuí fica na parte antiga da cidade e oferece transporte para os clientes. É só agendar com antecedência que uma van te pega na porta do hotel.

Vamos à comilança:

Entrada: Antepasto de berinjela com carne-de-sol

antepasto_berinjela_carnedesol

Entrada 2: Pastéis de queijo coalho com manteiga de garrafa (servidos na cuscuzeira artesanal feita por Dona Marinalva, do quilombo de Muquém).

Pastéis de queijo coalho com manteiga de garrafa

Entrada 3: Dadinhos de tapioca com carne-de-sol, natas e bacon crocante (hummm!)

Dadinhos de tapioca

Primeiro prato: Quejo-coalho chega à mesa flamejante com tomate-seco e manjericão

Queijo coalho

Prato 2: Siri com purê de batata-doce (repare na louça de coité e nas almofadinhas feitas por artesãs locais, que remetem às lavadeiras que carregam latas d’água na cabeça)

siri_puredebatatadoce

Prato 3: Costela bovina prensada com purê de jerimum (abóbora)

costela_puredejerimum

Prato 4: Sururu (molusco local afrodisíaco) com farofa

sururu2

Sobremesa: Sorvete de rapadura com melaço

sorvete_rapadura

O chef Wanderson Medeiros comanda o Picuí

chef_wanderson

 

Outros restaurantes:

– O sofisticado Sur, de comida contemporânea

– Wanchako, o primeiro peruano do Brasil

– Lopana, a barraca de praia mais saborosa da orla de Ponta Verde

– Império do Camarão: onde o crustáceo é rei

Comentários